conecte-se conosco

Brasil

Jornal JA7 – Estados adotam novas restrições contra a covid-19

Publicada

em

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em um ano, doença já matou 255,7 mil pessoas no Brasil

Em todo o país, o crescimento do número de casos de covid-19 e a lotação de leitos hospitalares disponíveis para casos graves da doença têm feito com que os governos estaduais estabeleçam medidas mais restritivas ao comércio e a atividades consideradas não essenciais. A tentativa é conter a doença que, no último ano, já matou 255,7 mil pessoas no Brasil.

Pernambuco

Uma semana após estabelecer toque de recolher em 63 cidades pernambucanas, o governo de Pernambuco decretou novas medidas restritivas válidas para todo o estado. Entre as restrições que entrarão em vigor amanhã (3) estão a proibição do funcionamento de atividades não essenciais, das 20h às 5h, entre as segundas e sextas-feiras. Já aos sábados e domingos, apenas serviços essenciais poderão funcionar durante todo o dia.

Previstas para vigorar até o próximo dia 17, as medidas foram anunciadas ontem (1), quando a ocupação dos leitos hospitalares da rede pública estadual atingiu 93%. “A contaminação e a hospitalização decorrentes da covid-19 estão em aceleração, e precisamos reduzir o contato social para frear essa escalada dos números”, declarou o governador Paulo Câmara ao detalhar as restrições.

Estabelecimentos comerciais como supermercados, padarias, farmácias, postos de gasolina, serviços de delivery e pontos de coleta dos restaurantes estão autorizados a funcionar. Já clubes, shoppings e comércio de rua não poderão funcionar durante todos os finais de semana, pelo tempo que durar o decreto.

Além disso, aos sábados e domingos, fica vetado o acesso do público a parques. E, nas praias de todo o estado, aos finais de semana será permitida apenas a prática de atividades esportivas individuais.

Mato Grosso

O governo de Mato Grosso também decretou novas medidas para tentar conter o avanço do número de casos da covid-19 no estado. No momento em que o governador Mauro Mendes anunciava as medidas, a taxa de ocupação dos leitos de UTI era de 88% – situação que só não estava pior porque, no início da manhã, foram abertos 20 novas vagas no Hospital Estadual Santa Casa.

As restrições mato-grossenses entram em vigor amanhã (3) e, inicialmente, valem por 15 dias. Em todo o estado, vai vigorar o toque de recolher das 21h às 5h, período em que apenas trabalhadores de serviços essenciais ou quem tenha extrema necessidade poderá circular pelas ruas.

De segunda a sexta-feira, apenas atividades essenciais poderão funcionar das 19h às 5h. Aos sábados e domingos, a proibição se torna ainda mais rigorosa, pois autoriza o funcionamento do segmento não essencial apenas das 5h às 12h. Entre os estabelecimentos não afetados pela medida estão farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de gasolina (exceto as lojas de conveniência), indústrias, transporte de alimentos e grãos, e serviços de manutenção de atividades essenciais, como água, energia e telefone.

Serviços de entrega por delivery seguem autorizados até as 23h. Já o transporte coletivo (ônibus) e serviços de aplicativos (Uber, 99, etc) poderão funcionar normalmente. Durante o horário em que estiverem autorizados a funcionar, os estabelecimentos comerciais deverão respeitar as medidas de segurança, como o uso de máscara, distanciamento e limitação de 50% da capacidade máxima do local. Eventos podem ocorrer dentro do horário permitido, respeitado o limite de 30% da capacidade do local, e número máximo de 50 pessoas.

O governador Mauro Mendes também enviou à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, um projeto de lei que prevê multa para pessoas e empresas que desrespeitarem as novas medidas. No projeto, o governo justifica que as restrições à livre circulação de pessoas e à atividade econômica visam a “conter o aumento exponencial da contaminação causada pelo novo coronavírus, bem como a evitar que o sistema de saúde estadual entre em colapso”.

O projeto prevê que as pessoas físicas que descumprirem as normas sejam multadas em R$ 500. Já as empresas e/ou órgãos públicos que cometerem as infrações terão que pagar R$10 mil. Entre os casos passíveis de multa, caso os deputados estaduais aprovem o projeto, estão a não utilização de máscara facial em espaços abertos ao público ou de uso coletivo, bem como para os donos de estabelecimentos que deixarem de controlar o uso de máscaras no interior de seus empreendimentos.

Também ficam passíveis de serem multados aqueles que participarem ou promoverem atividades, reuniões ou eventos que gerem aglomeração de pessoas; que descumprirem a restrição de horários para circulação ou cometerem outras ações consideradas lesivas ao enfrentamento da emergência de saúde pública.

As infrações poderão ser registradas pelos Procons estadual e municipal; pelos órgãos de vigilância sanitária estadual e municipal; Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e outros órgãos municipais com poder fiscalizatório. Quem for flagrado cometendo qualquer uma destas infrações ainda pode ter que responder criminalmente por infração de medida sanitária preventiva e desobediência, conforme já previsto no Código Penal.

Acre

No mesmo dia em que o governador Gladson Cameli foi diagnosticado com covid-19, o governo do Acre reconheceu que todo o estado se mantém em nível de emergência (bandeira vermelha), devido ao aumento dos casos de infecção pelo novo coronavírus. Além da pandemia, o estado enfrenta também um surto de dengue e corre o risco de ver outras doenças aumentarem após as cheias dos rios que inundaram parte do estado nas últimas semanas.

Nas redes sociais, Cameli informou que, até ontem, não apresentava sintomas da doença. Ainda assim, trabalharia de forma remota, mantendo os cuidados e o isolamento para preservar a saúde da família e da sua equipe.

Até esta segunda-feira, o Acre já registrava 57.894 casos confirmados da covid-19 e 1.012 mortes em decorrência das consequências da doença. Segundo o governo estadual, ao menos 46.682 pessoas já se recuperaram e receberam alta médica, mas 325 pessoas cujos testes acusaram covid-19 permaneciam internadas – além de outras 96 pessoas que ou aguardam o resultado do exame, ou estão hospitalizadas devido à Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Das 421 pessoas internadas, 115 estão em vagas de UTI (97 do SUS e 18 de hospitais particulares) e 306 em leitos clínicos (243 do SUS e 63 de estabelecimentos privados). O que significa que 91,5% dos 106 leitos de UTI existentes no estado estavam ocupados, e 83,5% das 200 vagas para internação clínica.

Devido ao agravamento da situação epidemiológica, o governo estadual publicou alguns decretos que limitam a atividade econômica e a circulação de pessoas.

O Decreto nº 8.147, por exemplo, estabelece que, nos fins de semana e feriados, só será permitido o funcionamento de farmácias, hospitais, postos de gasolina e funerárias. Restaurantes, lanchonetes, supermercados e similares poderão funcionar exclusivamente com serviço de delivery, sendo vedado qualquer tipo de atendimento presencial ao público, inclusive na modalidade drive-thru e congêneres. Qualquer outra atividade econômica ou social também estará proibida a partir deste fim de semana.

De segunda a sextas-feira, os estabelecimentos comerciais não essenciais deverão observar a orientação da classificação de risco, que também foi modificada.

Durante a bandeira vermelha, estão proibidas as competições de futebol profissional, amistosos e treinamentos no âmbito das entidades vinculadas à Federação de Futebol do Acre; escolinhas de futebol para o público infantil; e atividades do atletismo. Também estão proibidos teatros, cinemas e apresentações culturais, além de eventos corporativos, acadêmicos, técnicos e científicos, bem como eventos comemorativos e sociais, tais como casamentos, aniversários e outros tipos de confraternizações realizados em igrejas, cerimoniais, restaurantes e buffets.

Já o Decreto 8.148 estabelece que as atividades de academias de ginástica, clubes esportivos e de lazer e similares possam voltar a funcionar a partir do dia 9 de março.

Redação. Os conteúdos publicados no Portal JA7 são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do veículo, sendo todo material de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Continue lendo
Clique para comentar

Você deve estar logado para postar um comentário em Login

Deixe uma resposta

TV JA7

Brasilagora

Jornal JA7 – Brasil e países pedem ação da OMC para comprar e distribuir vacinas

Brasilagora

Jornal JA7 – Pedro Guimarães esclarece dúvidas sobre auxílio emergencial

Brasilagora

Jornal JA7 – Quase 12 milhões de contribuintes enviaram declaração do IR

Brasilagora

Jornal JA7 – Governo arrecada R$ 216 milhões na concessão de cinco áreas portuárias

Brasilagora

Jornal JA7 – Mourão defende teto de gastos e nova reforma da Previdência

Brasilagora

Jornal JA7 – Guedes nega atritos com Congresso em negociações sobre Orçamento

Brasilagora

Jornal JA7 – Empresa de mineração arremata concessão de trecho de ferrovia na Bahia

Brasilagora

Jornal JA7 – FGV: indicadores de mercado de trabalho mantêm tendência de piora

Brasilagora

Jornal JA7 – Produção industrial recua em dez locais em fevereiro, diz IBGE

Brasilagora

Jornal JA7 – Guedes cita autonomia do BC e privatizações a ministros do G20

Brasilagora

Jornal JA7 – Impacto do novo auxílio no comércio deve ser oito vezes menor, diz CNC

Brasilagora

Jornal JA7 – Temendo bloqueios em suas contas, Samarco pede recuperação judicial

Brasilagora

Jornal JA7 – BNDES seleciona dez projetos culturais que usam a internet

Brasilagora

Jornal JA7 – Visita ao Cristo Redentor está liberada ao público

Brasilagora

Jornal JA7 – Chegada de mais doses mantém datas de vacinação no Rio, diz secretário

Brasilagora

Jornal JA7 – São Paulo deixa Fase Emergencial, mas seguirá na Fase Vermelha

Brasilagora

Jornal JA7 – Fiocruz recomenda que o município do Rio de Janeiro prorrogue medidas restritivas

Brasilagora

Jornal JA7 – Atraso na liberação de IFA não é problema só do Brasil, diz diplomata

Brasilagora

Jornal JA7 – Covid-19: governo anuncia distribuição de mais 4,4 milhões de vacinas

Brasilagora

Jornal JA7 – Pesquisa aponta eficácia da vacinação em profissionais de saúde no CE

Brasilagora

Jornal JA7 – Opas defende mundo justo, equitativo e saudável

Brasilagora

Jornal JA7 – Acordo prevê “fábrica de mosquitos” para combater dengue em Brumadinho

Agriculturaagora

Jornal JA7 – Garantia-Safra autoriza pagamento para mais de 13 mil agricultores familiares

Brasilagora

Jornal JA7 – Covid-19: estado do Rio de Janeiro bate novo recorde por fila de leitos

Brasilagora

Jornal JA7 – Covid-19: Minas Gerais aumenta restrições e entra na fase roxa

Brasilagora

Jornal JA7 – Vacinas compradas por consórcio do Nordeste irão para todo o Brasil

Brasilagora

Jornal JA7 – Covid-19: prefeito de SP confirma 1ª morte por falta de leito em UTI

Brasilagora

Jornal JA7 – SPU elabora plano inédito para regularização fundiária e destinação de áreas na Baixada Santista, em São Paulo

Brasilagora

Jornal JA7 – Programa qualificará mais de 5 milhões de jovens e adultos até 2023

Agriculturaagora

Jornal JA7 – Inmet, Inpe e Censipam promovem evento virtual em comemoração ao Dia Meteorológico Mundial

Brasilagora

Jornal JA7 – Covid-19: governo federal negocia 168 milhões de doses de vacina

Brasilagora

Jornal JA7 – Estoques de sangue em São Paulo estão em nível crítico

Brasilagora

Jornal JA7 – Governo diz que pode faltar oxigênio em pequenos municípios

Brasilagora

Jornal JA7 – Ministério da Economia publica Guia Consolidado de Investigações antidumping

Brasilagora

Jornal JA7 – Fiocruz entrega vacinas contra covid-19 produzidas no Brasil

Brasilagora

Jornal JA7- INSS alerta para golpe em ligações para que aposentados façam a prova de vida on-line

Brasilagora

Jornal JA7 – Setor energético e nuclear brasileiro terá novas estruturas

Agriculturaagora

Jornal JA7 – Programa alia sustentabilidade e produção agropecuária

Brasilagora

Jornal JA7 – Firmado acordo contra fraudes relacionadas ao Auxílio Emergencial

Brasilagora

Jornal JA 7 – Pesquisadores identificam possível nova linhagem de covid-19 no Brasil

Brasilagora

Jornal JA7 – Governo reduz em 10% imposto de importação para eletroeletrônicos e bens de capital

Brasilagora

Jornal JA7 – Paes diz que vai definir medidas mais restritivas para conter covid-19

Brasilagora

Jornal JA 7 – Serviço Florestal inicia processo para modelo de concessão florestal na Flona de Capão Bonito (SP)

Brasilagora

Jornal JA 7 – Receita libera hoje 3º lote de restituição do IR para cerca de 4 milhões de contribuintes

Brasilagora

Jornal JA 7 – Trabalhadores do Samu no Rio de Janeiro protestam por pagamento de salários atrasados

Destaqueagora

Jornal JA 7 – Registros de gripe sazonal atingem baixas recordes

Agriculturaagora

Jornal JA 7 – Abertas inscrições para curso online sobre transporte legal de aves

Agriculturaagora

Jornal JA 7 – Ministra Tereza Cristina participa do lançamento da campanha Mulheres Rurais, mulheres com direitos

Agriculturaagora

Jornal JA 7 – Agricultores do Rio Grande do Sul recebem kits de proteção para atividades nas feiras livres

Brasilagora

Jornal JA 7 – Desde 1860, Mapa acompanhou a transformação do setor agrícola brasileiro

Agriculturaagora

Jornal JA 7 – Ministério da Agricultura prevê crescimento de 27% na produção de grãos do país na próxima década

Brasilagora

Jornal JA7 – Anvisa faz alerta sobre túneis e câmaras de desinfecção de pessoas

Brasilagora

Jornais de Goiás – Ministério da Saúde atualiza informações sobre covid-19 no Brasil

Brasilagora

Jornais de Goiânia – Fornecedores da Embraer fazem demissões no interior paulista

Brasilagora

Jornais de Goiânia – Impacto da UnB na economia supera o próprio orçamento

Brasilagora

Jornais de Goiás – Justiça derruba liminar para entrega de respiradores ao Rio de Janeiro

Brasilagora

Jornais de Goiás – Coronavírus: ministro da Saúde reconhece agravamento da situação

Brasilagora

Jornal JA7 – Dólar ultrapassa R$ 5,40 com perspectiva de corte de juros

Brasilagora

Jornal JA7 – Ministério cancela antecipação de 2ª parcela de auxílio emergencial

Brasilagora

Jornais de Goiânia – TSE suspende cancelamento de 2,5 milhões de títulos eleitorais

Brasilagora

Jornais de Goiás – Inep formaliza adiamento do Enem digital para 22 e 29 de novembro

Destaqueagora

Jornal JA7 – Motociclistas venezuelanos protestam pela falta de gasolina

Brasilagora

Jornal JA7 – Internado em estado grave, Aldir Blanc tem suspeita de Covid-19