Estado de Goiás: Funcionário público é preso suspeito de matar a sogra e o cunhado em Goiânia
5 (100%) 1 vote

Estado de Goiás: Funcionário público é preso suspeito de matar a sogra e o cunhado em Goiânia. O homem nega os crimes, mas o comparsa dele, Jhony Vinicius Dias, 24 anos, que também foi preso, confessou e detalhou como tudo aconteceu

Jornal JA7: 12/09/2017 – 15:57

O funcionário público Eduardo José dos Santos, de 37 anos, foi preso suspeito de matar sua sogra e, quase um ano depois, seu cunhado no Estado de Goiás. O homem nega os crimes, mas o comparsa dele, Jhony Vinicius Dias, 24 anos, que também foi preso, confessou e detalhou como tudo aconteceu. De acordo com o delegado, o motivo das mortes foi manter o relacionamento com a adolescente, que tem atualmente 16 anos.

O primeiro homicídio ocorreu em 29 de agosto de 2016, no setor Vale dos Sonhos, em Goiânia. Patrícia Silva do Nascimento, de 35 anos, foi espancada por dois homens enquanto se preparava para dormir. Ela estava sozinha em casa.

“Foi um crime premeditado e bárbaro. Ele bateu na cabeça com um cabo de machado até a morte”, disse delegado responsável pelo caso, Marco Aurélio Euzébio.

De acordo com a Polícia Civil, Santos estava namorando a filha da vítima desde os 13 anos de idade. De acordo com a investigação, o servidor foi denunciado por estupro como vulnerável e, sabendo disso, Patricia o chantageava dizendo que entregaria ele à polícia.

“De acordo com Santos, Patricia o chantageava por causa do relacionamento com a sua filha. Ele diz que ela pedia dinheiro para encobrir o relacionamento”, esclareceu Euzébio.

Após a morte da mãe, a adolescente mudou-se para viver com seu namorado em Santa Cruz de Goiás, onde trabalha. O delegado afirma que a menina não teve participação nem sabia que o companheiro havia matado a sogra.

Irmão do adolescente e filho de Patrícia, Wagner Nascimento acusou o servidor público de ter matado sua mãe. Em 23 de junho / 2017, de acordo com a investigação, Santos e Dias o mataram com golpes de capacetes.

“Ele disse que seu irmão dela o ameaçava de a morte, dizendo que ele vingaria a morte de sua mãe”. Por isso, encontraram o menino e deram golpes de capacete “, esclareceu.

Logo após a morte de Wagner, os dois homens acabaram sendo presos pelo homicídio em Santa Cruz de Goiás. Mais tarde, os policiais associaram os crimes, e Dias confessou a morte de Patricia.

Os dois homens foram indiciados por homicídio qualificado por impedir a defesa da vítima. O delegado ainda não sabe se o casal será preso em Goiânia ou Santa Cruz de Goiás.

Estado de Goiás: Funcionário público é preso suspeito de matar a sogra e o cunhado em Goiânia

Reprodução

 

Continue lendo as últimas notícias do Estado de Goiás no Jornal JA7

 

Goiás, Estado de Goiás, Goiânia, Manchetes