DestaqueEconomiaManchetesMundo

Jornal de Goiânia – ONU: guerra comercial e mudanças climáticas afetam crescimento mundial

A ONU alertou nesta segunda-feira (21) que as disputas comerciais, as mudanças climáticas e as atitudes egoístas na solução de problemas globais estão ameaçando o crescimento mundial.

Espera-se que a economia mundial continue crescendo em um ritmo sustentado de cerca de 3% em 2019 e em 2020, mas há sinais de que o crescimento chegou a um teto, de acordo com o informe anual da ONU sobre a situação econômica global e suas perspectivas.

O crescimento econômico é desigual e em muitas ocasiões não chega aonde é mais necessário, afirmou o relatório publicado pelo Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas.

O economista-chefe da ONU, Elliot Harris, garantiu que as disputas comerciais mostraram que cada vez se usa menos o enfoque multilateral, então é menor a probabilidade de uma resposta global a uma possível futura crise econômica.

“O que vemos que está acontecendo é uma tendência crescente de colocar o interesse individual à frente, em vez de manter uma atitude de colaboração e cooperação”, afirmou Harris em coletiva de imprensa.

As relações comerciais entre os Estados Unidos e a China se desgastaram após o presidente Donald Trump impor, no ano passado, novas tarifas às importações chinesas e de os Estados Unidos renegociarem um acordo comercial com o Canadá e o México.

Sobre o clima, Harris disse que a transição para economias sustentáveis “não está acontecendo rápido o suficiente”.

A ONU prevê uma queda do crescimento econômico dos Estados Unidos de 2,5% em 2019 a 2% em 2020, enquanto espera que a expansão se mantenha estável a 2% na União Europeia, apesar dos riscos de uma desaceleração pelos possíveis efeitos do Brexit.

O relatório prevê que a China crescerá 6,3% em 2019, menos que os 6,6% de 2018, enquanto antecipou uma alta moderada no crescimento de Brasil, Nigéria e Rússia.

Jornal de Goiânia – ONU: guerra comercial e mudanças climáticas afetam crescimento mundial
Avalie esta postagem
Tags
Mostre mais

# AFP

AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *