DestaqueManchetesMundoPolítica

Jornal de Goiás – Primeiro-ministro libanês diz que partido perde um terço de seus assentos no parlamento

O primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, fez um sinal positivo com o polegar manchado de tinta após votar em Beirute em 6 de maio de 2018.

O primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, anunciou na segunda-feira que seu movimento político dominado pelos sunitas perdeu um terço de seus assentos no parlamento após a primeira eleição geral do país em nove anos.

Hariri disse que os resultados, que ainda não foram oficialmente anunciados, creditam a seu Movimento Futuro 21 dos 128 assentos parlamentares, uma queda em relação aos 33 que ele controlava na legislatura de saída.

O primeiro-ministro admitiu que esperava uma exibição mais forte, mas disse que continua satisfeito com o resultado, que contrasta com os ganhos esperados pelo campo rival liderado pelo grupo xiita Hezbollah.

O Movimento Futuro “recebeu um grande bloco de 21 legisladores no parlamento”, disse Hariri, descontraído, a um grande grupo de jornalistas locais e estrangeiros em sua residência em Beirute.

“Estávamos apostando em um resultado melhor e em um bloco mais amplo com uma melhor participação cristã e xiita”, disse ele.

O comparecimento foi de apenas 49%, segundo dados oficiais divulgados após a votação de domingo pelo Ministério do Interior.

Hariri, e outros políticos importantes, culpam a inesperada fraca participação em uma nova lei eleitoral que parece ter confundido ou desapontado os eleitores.

“O problema com esta eleição: muitas pessoas não entenderam”, disse ele quando questionado sobre o comparecimento.

Jornal de Goiás – Primeiro-ministro libanês diz que partido perde um terço de seus assentos no parlamento
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *