DestaqueEconomiaManchetes

Jornal Ja 7 – Chevron negocia compra de refinaria no Texas

A Chevron Corp ( CVX.N ) manteve conversações para adquirir Pasadena Refining System Inc (PRSI), uma unidade de refinação de petróleo Texas da empresa estatal de petróleo brasileira Petróleo Brasileiro SA ( PETR4.SA ), Três pessoas familiarizadas com o assunto disseram esta semana.

As companhias petrolíferas americanas estão procurando expandir as operações de refino para lidar com volumes crescentes de petróleo bruto dos campos de xisto do país. Um acordo para a PRSI daria à Chevron uma refinaria de petróleo que pode processar cerca de 110.000 barris por dia de petróleo leve.

Chevron também está discutindo um líquido de gás de processamento joint venture com a Kinder Morgan Inc ( KMI.N ), maior provedora de infra-estrutura energética na América do Norte, duas das fontes disse. A Kinder Morgan opera uma fábrica próxima que separa líquidos gasosos em etano, propano e outros combustíveis.

As fontes pediram anonimato para discutir as conversas confidenciais. Eles não divulgaram o preço do negócio.

A Petrobras não respondeu aos pedidos de comentários.

Chevron e Kinder Morgan se recusaram a comentar.

A Petrobras, que está profundamente endividada, tem procurado alienar US $ 21 bilhões em ativos até o final do ano, mas enfrentou resistência sindical e obstáculos legais. Uma eleição presidencial no domingo pode levantar obstáculos para uma venda com o favorito Jair Bolsonaro, prometendo instalar novos gerentes na empresa.

A refinaria PRSI tem sido limitada no tipo de petróleo bruto que pode operar desde o incêndio de 2011, que deixou uma de suas unidades de processamento inativa. Um comprador teria que investir para atualizar a refinaria, disse uma das pessoas familiarizadas com o assunto. Mas o PRSI inclui terrenos abertos que poderiam permitir que um futuro proprietário expandisse facilmente a fábrica.

A Petrobras colocou a planta, que fica no canal de Houston, que leva ao Golfo do México e tem suas próprias docas de exportação, no mercado no início deste ano, depois de afundar mais de US $ 1,18 bilhão na operação desde 2006.

Garfield Miller, executivo-chefe do banco de investimento em energia Aegis Energy Advisors, disse que o boom do petróleo de xisto dos EUA deu uma segunda chance às usinas norte-americanas projetadas para processar os petróleos mais leves. Vários anos atrás, a Petrobras não teria conseguido vender o PRSI por causa de sua idade e incapacidade de processar petróleos pesados, disse ele.

Isso mudou com o crescimento da Bacia do Permiano, o maior campo de petróleo do país, que agora produz 3,5 milhões de barris por dia de petróleo, segundo dados do governo dos EUA.

“Qualquer um com petróleo bruto no Permiano pode logicamente querer possuí-lo”, disse Miller. “Esta refinaria hoje tem valor, enquanto oito ou nove anos atrás não tinha nenhum.”

Pierre Breber, chefe de refino e produtos químicos da Chevron, disse neste mês que a empresa queria construir ou comprar uma refinaria na costa do Golfo dos Estados Unidos para processar o petróleo de suas operações no oeste do Texas.

A produção de xisto da Chevron da região aumentou 51% no segundo trimestre, para 270.000 barris de óleo equivalente por dia. Ao expandir sua capacidade de refino para Houston, seria capaz de processar o petróleo mais próximo de onde é produzido.

Jornal Ja 7 – Chevron negocia compra de refinaria no Texas
Avalie esta postagem
Tags
Mostre mais

# Jacks

Jacks é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *