DestaqueManchetesMundo

Os líderes muçulmanos exigem o reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital da Palestina

Líderes do principal órgão pan-islâmico do mundo pediram na quarta-feira que a comunidade internacional reconheça Jerusalém Oriental como a capital palestina depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou que Jerusalém seria a capital de Israel.

Jornal JA7: 13 dezembro 2017 – 12:27

Líderes do principal órgão pan-islâmico do mundo pediram na quarta-feira que a comunidade internacional reconheça Jerusalém Oriental como a capital palestina depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou que Jerusalém seria a capital de Israel.

A cimeira de emergência da Organização da Cooperação Islâmica (OIC) em Istambul disse que declarou “Jerusalém Oriental como a capital do Estado da Palestina” e convidou “todos os países a reconhecer o Estado da Palestina e Jerusalém Oriental como sua capital ocupada”, de acordo com para a declaração final.

Eles declararam a decisão de Trump “nula e sem efeito legal” e “uma socorrência deliberada de todos os esforços de paz” que daria impulso ao “extremismo e ao terrorismo”.

O comunicado disse que a cimeira da OCI considerou o movimento de Trump “como um anúncio da retirada da administração dos EUA de seu papel como patrocinador da paz” no Oriente Médio.

O passo de Washington equivale a “incentivo a Israel … para continuar sua política de colonialismo, assentamento, apartheid e limpeza étnica”, acrescentou.

A OCI agrupa 57 Estados membros, mas supera as lacunas de uma comunidade política muçulmana que inclui nações, incluindo rivais rivais, a Arábia Saudita sunita e o Irã xiita está longe de ser fácil.

 

Tags: Mundo, Manchetes

Os líderes muçulmanos exigem o reconhecimento de Jerusalém Oriental como capital da Palestina
5 (100%) 1 vote
Tags
Mostre mais

# Beny

Beny é jornalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *